sexta-feira, 1 de Julho de 2011

CAPARIDE Nova creche abre portas em Outubro

Ver edição completa
Equipamento do Centro Comunitário de Tires, em Caparide, vai dar resposta a 66 crianças Estão abertas as inscrições para a futura Creche do Centro Comunitário de Tires (CTT), em Caparide, que deverá estar concluída em Setembro e com as portas abertas no mês seguinte. O novo equipamento social, que vai receber e cuidar de 66 crianças dos 3 meses aos três anos, pretende, assim, dar uma resposta na área da infância na freguesia de São Domingos de Rana e, em particular, na localidade de Caparide, aumentando o número de vagas disponíveis na valência de creche. A construção deste novo equipamento vem ao encontro das necessidades identificadas na Carta Social do Concelho de Cascais que, tendo em conta as projecções demográficas até 2016, recomenda a criação de nove creches na freguesia de S. Domingos de Rana. Atenta à realidade do concelho e de São Domingos de Rana, a directora do CCT, Sandra Afonso, disse ao JR que “mais do que um desafio, este equipamento traduz a nossa intervenção social. É uma necessidade prioritária na freguesia e, por isso, tivemos de redobrar as nossas atenções”.“ Trata-se de um projecto que nasceu em 2006 e que foi amadurecendo ao longo dos anos. Em 2007, foi estabelecido um protocolo de comparticipação financeira com o município de Cascais, tornando possível que o sonho começasse a ser real. Após uma exaustiva candidatura ao PARES III (Programa de Alargamento de Rede de Equipamentos Sociais), existiu também um parecer positivo por parte do Instituto da Segurança Social, culminando na assinatura de um contrato de comparticipação financeira. Todos estes passos, juntamente com o esforço e investimento institucional, permitiram em 2009 o início dos processos de concurso e as consequentes adjudicações de serviços de empreitada, de modo a que em Julho de 2010 a obra se iniciasse”, explicou esta responsável. O novo equipamento representa um investimento de cerca de um milhão e 220 mil euros, dos quais o PARES III assume 330 mil euros; a Câmara de Cascais 450 mil euros e o restante cabe ao Centro Comunitário de Tires, informou Rafael Pereira, assistente social e assessor da direcção técnica da instituição. Este responsável sublinha que “trata- se de um equipamento importante para esta zona que está carente deste tipo de equipamentos sociais. Há instituições que vêm dar apoio, mas não há equipamentos. Daí, avançarmos com esta creche”. “O novo espaço vai ter quatro salas que dão directamente para um jardim infantil e dois berçários (com capacidade para oito bebés cada)”, explicou Rafael Pereira. “Temos ainda no piso térreo o refeitório, que serve também de sala multiusos para espectáculos ou reuniões de pais, a secretaria e uma outra sala para fazermos as entrevistas com os pais”, revelou Rafael Pereira. O piso superior está reservado para a parte técnica, maquinaria e painéis solares. O edifício, da autoria da arquitecta Maria Amélia Cabrita, foi concebido com uma particular preocupação pela eficiência energética. O piso inferior está reservado para os serviços, cozinha, lavandaria. Rafael Pereira adianta que “a visão estratégica da instituição passa também pela rentabilização dos recursos. Em termos técnicos, vamos poder utilizar o edifício para outro tipo de resposta, como o aumento do serviço domiciliário. A cozinha permite cerca de 300 refeições e a lavandaria também tem grande capacidade”. As inscrições ainda estão abertas, para a abertura do próximo ano lectivo. “Existe um acordo com a Segurança Social para 60 crianças. Em termos de mensalidade, cada família irá pagar segundo o seu rendimento mensal e o volume de despesas. Estimamos que o valor mínimo da mensalidade por criança seja na ordem de 70 euros e o máximo em 280 euros”, revela Rafael Pereira.

Sem comentários: