segunda-feira, 23 de fevereiro de 2009

SINTRA-MAFRA POR AUTO-ESTRADA

Nova concessão rodoviária entre Sintra e Malveira/Venda do Pinheiro será lançada nas próximas semanas
Venda do Pinheiro, que irá estabelecer a ligação por auto-estrada à A8 (Lisboa-Leiria), vai ser lançada nas próximas semanas, garantiu ao JR o secretário de Estado das Obras Públicas, Paulo Campos. “Estamos a ultimar todos os trabalhos com vista a esse lançamento. Será muito em breve”, revelou o governante. “É uma questão de semanas”, reforçou. “Há um conjunto de questões que têm de ser resolvidas, nomeadamente com a entidade que construiu um conjunto de infra-estruturas e, concluída essa tramitação administrativa, lançaremos mão à obra”, enunciou Paulo Campos, referindo-se às negociações que decorrem com a Câmara de Mafra para a transferência da posse da A21 (Malveira-Mafra-Ericeira) para a empresa Estradas de Portugal, promotora da concessão. A nova via, como o JR avançou em primeira mão em Fevereiro de 2008, vai abranger a auto-estrada construída pelo município de Mafra e, no concelho de Sintra, o troço já construído da Via de Cintura, entre Fervença e Montelavar. Em termos de obra nova, a concessão vai contemplar a construção da Variante à Estrada Nacional 9, entre Lourel e Fervença, e a ligação entre Montelavar e a A21, no denominadoNóda Ventureira, junto à localidade de Igreja Nova (concelho de Mafra). CominícioemLourel, a nova concessão assegura a articulação com o IC16 (Nó de Lourel/CREL) e com o IC30 (Nó de Lourel-Alcabideche), a concessão da Grande Lisboaemconstrução, beneficiando assim também o concelho de Cascais com uma ligação alternativa às principais vias rodoviárias a nível nacional. "Será criado umnovo eixo rodoviário que interligará Cascais/Sintra/Mafra até à A8, possibilitando uma saída para norte para todos estes concelhos”, realça o secretário de Estado das Obras Públicas, que destaca também que, mais tarde, a importância desta nova via será reforçada com a construção do IC11, um itinerário previsto no Plano Rodoviário Nacional entre a A8 e a A1 (Lisboa-Porto), na zona do Carregado.(...)
(...) Continuação na página 9 do Jornal da Região da Sintra 163, de 24 de Fevereiro a 2 de Março de 2009

4 comentários:

Porfírio Seabra disse...

Esperemos que a obra se concretize e não seja apenas mais uma promessa em tempo de pré-campanha eleitoral. De Sintra a Mafra demora-se actualmente mais de 45 minutos, para apenas 25km. Mafra é já uma cidade, que vai crescer ainda mais, mas à custa de Sintra onde a qualidade de vida piora de dia para dia...

Anónimo disse...

Tem razão este senhor. Tal como na notícia do hospital de Cascais, esta serve os intentos eleitoralistas do senhor presidente Seara, que sem saber como ganhou um novo IC19, uma auto-estrada de Cascais a Sintra e daqui a Lisboa e agora uma outra para Mafra.

Fernando Palácios disse...

Assim os sintrenses já podem ir a Mafra para ver o que é progresso e qualidade de vida, leia-se: novas escolas, piscinas, jardins, estradas, bibliotecas, e tudo o que, infelizmente, não há em Sintra. Entalados entre concelhos desenvolvidos, como OEiras, CAscais e Mafra, Sintra não consegue aprender e copiar os seus modelos de desenvolvimento?

Anónimo disse...

Qualidade de vida à conta do caos urbanístico? è o que se vê em Oeiras, Mafra e Sintra. Por que será???