sexta-feira, 7 de março de 2008

COMÉRCIO LOCAL CONTRA EL CORTE INGLÉS

Ver edição completa

A Associação Empresarial do Concelho de Cascais (AECC) é "totalmente contra" a implantação do El Corte Inglés no concelho, tendo já manifestado formalmente essa posição ao Ministério da Economia (no dia 3 de Março)e à Câmara de Cascais (a 29 de Fevereiro).
"É do conhecimento de todos que o comércio de rua no concelho está a atravessar grandes dificuldades, e esta poderá ser a "estocada de misericórdia",que estava a faltar para o matar de vez", considera o presidente da direcção da AECC, Rui Barbosa, e o vice-presidente, Armando Correia.
Estes responsáveis lamentam que se "pretenda instalar uma estrutura comercial desta dimensão numa zona em que, para além da rede viária ser deficitária para as infra-estruturas circundantes, está já comprometida com diversas
grandes superfícies, pois num raio de apenasum quilómetro, encontramos um Minipreço,um Stationmarché,um Bricomarché, um Intermarché, um Plus, um Lidl e um E. Leclerc em fase terminal de construção".


(...)
Continuação na página 5 do Jornal da Região da Cascais 118, de 5 de Março de 2008

2 comentários:

C.Tavares disse...

Eu até participava, mas parece que o blogue não é actualizado...

António disse...

Esta é uma área residencial deficitária em comércio.
Os moradores quando querem fazer o que chamamos "as compras do mês" deslocam-se ao concelho vizinho de Oeiras, ao Oeiras Parque, para ali efectuarem as suas compras.
É claro que também compramos no Lidl, no Intermarché ou no Pingo Doce (Oeiras), mas todos sabemos que estão sempre cheios e que se quisermos fazer compras para o mês para toda a família é impraticável nesta lojas de média dimensão.
E depois, nos tempos que correm, para o bem e para o mal, as pessoas procuram zonas de convívio, lazer, cinemas, etc.
Mais uma vez se deslocam a gastar o seu dinheiro no hospitaleiro concelho vizinho.

Enfim.