quarta-feira, 4 de março de 2009

Parquímetros polémicos em Linda-a-Velha

Ver edição completa

Zona de Estacionamento de Duração Limitada alargada esta semana

Está definitivamente instalado o caos automobilístico em Linda-a-Velha. É desta forma que começa a exposição de um abaixo-assinado enviado à Câmara de Oeiras, àAssembleia Municipal, à Junta de Freguesia de Linda-a-Velha e à Parques Tejo a propósito da entrada em funcionamento dos parquímetros no Largo da Lagoa. Uma recolha de assinaturas que surgiu numa altura em que já estavam a ser colocadas novas máquinas na Rua de Ceuta e noutras artérias limítrofes, encerrando assim a Zona de Estacionamento de Duração Limitada (ZEDL) no espaço público compreendido entre a Alameda António Sérgio e a Avenida Carolina Michaëlis. No abaixo-assinado, os moradores e os trabalhadores das zonas afectadas pela introdução de parquímetros deixam claro não serem contra o conceito de estacionamento pago, “apenas acreditam que o mesmo deve ser aplicado em lugares e circunstâncias onde faça sentido e revele utilidade pública”. Com a entrada em funcionamento de novos parquímetros, a situação agravou-se. “Os parques e bolsas de estacionamento encontram-se agora vazios, mas o número de carros na zona é o mesmo. Os parquímetros potenciaram o estacionamento imaginativo, criaram problemas aos residentes e barreiras aos seus visitantes e prejudicam fortemente todos os estabelecimentos comerciais da zona e os seus trabalhadores”. É desta forma que as centenas de subscritores do documento solicitam a “retirada dos parquímetros na Rua Diogo Couto, Avenida Carolina Michaëlis, Largo da Lagoa e redondezas”. A falta de informação é outra das reclamações, principalmente dos residentes da Rua de Ceuta, surpreendidos na passada semana com a entrada em funcionamento dos parquímetros. “Nunca nos foi colocado um aviso no prédio, por isso nem sabemos se temos direito a estacionar gratuitamente”, lamenta um morador.

7 comentários:

José Casanova disse...

Perante o escândalo dos últimos dias, sugiro uma visita do senhor presidente da Câmara a Linda-a-Velha: Venha ver os lugares que agora estão livres, porque as pessoas que aqui trabalham não têm dinheiro para parquimetros, enquanto o estacionamento ilegal, em cima de passeios e passadeiras aumentou escandalosamente, porque não há alternativas. Ou seja, a medida visa apenas garantir verbas adicionais para um ano de inaugurações e campanha e pouco tem a ver com reordenamento do estacionamento.

Anónimo disse...

Pelo menos, agora, os moradores já têm onde parar. As emrpesas que para aqui vêm deviam precaver-se com lugares de estacionamento, pois há edifícios com garagens vazias...

Anónimo disse...

Os moradores sempre tiveram onde estacionar. E as pessoas que trabalham na zona têm os mesmos direitos. As garagens vazias já são outros 500. Para além de não chegarem para todos... chegam a custar às empresas 150 euros por lugar. Roubar por roubar... sempre preferimos ser roubados pelos senhores das parques tejo.
E noutros tempos, quando o estacionamento era gratuito e abundante, via-se com frequência moradores estacionarem em cima do passeio... com stacionamentos vazios... simplesmente para estacionarem à portas.

Anónimo disse...

E as empresas trazem muito dinheiro às autarquias... e por consequência tornam as zonas mais ricas para os tais moradores que deveriam ter sempre estacionamento à porta.

Augusto Sequeira disse...

O dinheiro dos parquímetros deveria ser entregue a instituições de solidariedade social. Assim, uma medida profundamente injusta assumia outro estatuto, o da solidariedade!!!

Anónimo disse...

Agora que o senhor Isaltino vai muito a Sintra (ao Tribunal, ele que veja se lá também tem de pagar parquímetro para estacionar. Pelos vistos, não havia moedas que chegassem...

amilcar disse...

Não tinha estacionamento junto do meu trabalho, quando trabalhava, e também não tinha junto da minha residência. Pelo menos agora, embora pague, tenho estacionamento próximo da residência. Portanto, paciência, quem vem de fora trabalhar para Linda-a-Velha tem 3 hipóteses: 1- Paga parquímetro 2- Vem a pé na carris ou na Vimeca 3-Deixa em cima do passeio e pode ser multado. Se for em cima do passeio convém que seja na zona de Passadeira para Peões ou Garagens porque assim pode até conseguir um "brinco numa roda do carro" colocado pela P.S.P.